Livro sobre Oscar Niemeyer, que tem uma dedicatória do arquiteto carioca, teria sido furtado do Grande Hotel, em Ouro Preto, por dois turistas argentinos, durante o check out.

Após darem falta do livro e examinarem imagens da câmera de segurança, funcionários do hotel - uma das primeiras obras projetadas por Niemeyer, em 1938 - acionaram a Polícia Militar, que, informada de que a publicação custaria R$ 200 mil, armou um cerco para pegar os turistas.

Os argentinos, um arquiteto e outro desenhista, foram abordados num ônibus em direção a Belo Horizonte. Eles retornariam hoje à Argentina.

O livro "Oscar Niemeyer: 100 anos, 100 obras", que fica no balcão da recepção, para livre consulta dos hóspedes, foi recuperado e os argentinos levados para uma delegacia.

Leia mais: 

Corpo de Oscar Niemeyer é velado no Palácio da Cidade no Rio

Oscar Niemeyer é enterrado ao som de Cidade Maravilhosa e Carinhoso