Em meio à correria diária na estação do Move São Francisco, na Pampulha, uma mulher acabou dando à luz no local na manhã desta quinta-feira (5). Ela esperava o ônibus na estação, possivelmente para o hospital, quando entrou em trabalho de parto. Uma pessoa que viu a cena chamou o Corpo de Bombeiros e a aspirante Andresa Vicente, de 30 anos, chegou a local e realizou o parto da mulher. 

A militar conta que se formou em novembro do ano passado na corporação e que nunca havia realizado um parto antes. "Foi emocionante. Acabei de me formar no curso de oficiais, em novembro, e a gente estudou sobre partos, fiz estágio em maternidade, mas este foi o primeiro que conduzi. Marcou a minha vida e a minha profissão", conta Andresa. 

Ela relata que o Samu também havia sido chamado, mas ainda estava a caminho. Enquanto isso, a viatura dos bombeiros chegou rapidamente ao local, já que há um batalhão a cerca de dois quilômetros da estação. 

Quando Andresa chegou, a mulher já estava deitada na plataforma, tendo contrações. "O neném ainda não estava 'coroando' e, naquele momento, acalmamos a mãe. Ela me contou que já estava mesmo no tempo adequado para a criança nascer. Então, preparamos todo o local para o parto e, quando a menininha chamada Lara nasceu, constatamos que ela estava bem, cortamos o cordão umbilical, a envolvemos em material adequado e a colocamos no colo da mãe, porque este primeiro contato também é necessário", explica. 

A mãe, uma mulher de cerca de 20 anos, e o bebê, foram encaminhados para o Hospital Odilon Behrens quando o Samu chegou, e passam bem. 

BombeirosA mãe e a aspirante Andresa com Lara nos braços 


Leia mais:
Bombeiros trabalham no resgate de mais de 40 pessoas ilhadas em Manhuaçu na manhã deste sábado
Vendedor, pai e herói nas horas vagas: conheça o homem que pulou no Arrudas para salvar motorista