Uma mulher faz uma fogueira e queima a própria filha, uma bebêzinha de apenas 2 meses. A história, que poderia facilmente fazer parte da história de um filme de terror, aconteceu na vida real em Minas Gerais, na última sexta-feira (15), na cidade de Santo Antônio do Itambé, na região Central do Estado. 

A suspeita, uma mulher de 40 anos, estava em surto psicótico quando cometeu o homicídio. O crime bárbaro aconteceu no quintal da casa da família, em um lugarejo conhecido como Bagres, na zona rural da cidade, que pouco mais de 4 mil habitantes.

Segundo a boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), um primo da mulher contou que percebeu o fogo nas proximidades da casa e correu para apagar as chamas. Ele teria usado um balde de água e após as chamas se apagarem, percebeu o corpo da recém-nascida muito queimado. Ele acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas o bebê não resistiu aos ferimentos.

Ainda de acordo com os militares, o marido da suspeita contou que a mulher estava bastante agressiva durante toda a noite e que teria tentado agredi-lo por várias vezes. Ele também disse que ela faz uso de medicamentos controlados por causa de depressão. 

No início da manhã, ele deixou dormindo no quarto os dois filhos, um menino de 3 anos e a bebêzinha de 2 meses e 27 dias, e saiu para a cidade em busca de assistência médica para a companheira mas, ao retornar, ficou sabendo da tragédia. 

Suspeita se trancou em quarto 

Depois da chegada da PM, a mulher se trancou dentro de um quarto e, demonstrando muita agressividade, chegou a tentar suicídio enquanto os policiais negociavam a sua saída.

Esgotadas as tentativas de convencê-la a abrir a porta e deixar o cômodo, os militares fizeram  um adentramento tático, imobilizando e prendendo a mãe da criança morta. 

O Samu a medicou e conduziu ao hospital de Serro, cidade da mesma região. 

*Com José Vítor Camilo. 

Leia mais:
Rapaz é morto dentro de terreiro de candomblé após ser ameaçado por namorar enteada do tio
Com medo, família de homem que matou menina a facadas em Betim se mudou da Vila Cristina
Pai, mãe e filho de 10 anos são assassinados por vizinho no interior de Minas; suspeito se matou
Mulher ateia fogo na própria casa com o filho dentro