A Polícia Civil de São Paulo está a procura do músico mineiro André de Santana Camargos, de 34 anos. Ele desapareceu em 23 de janeiro e foi visto pela última vez na cidade paulista de São Sebastião, próximo à praia da Jureia, por funcionários de uma pousada onde estava hospedado. De acordo com Antônio Carlos Gonçalves Duarte, que é um amigo da família, André estava perturbado e, possivelmente, em depressão quando sumiu.
 
O músico saiu de carro de Belo Horizonte no dia 22 de janeiro, uma quinta-feira, e chegou a São Sebastião por volta das 11h do dia seguinte. “Ele estava tendo um surto, não estava totalmente consciente. O André nunca tinha ido a São Paulo e informou à família apenas que iria para a praia, sem dizer qual era”, contou Duarte.
 
Conforme Duarte, a família soube do desparecimento do músico após funcionários da pousada entrarem em contato. “O André saiu da pousada por volta das 17h e desapareceu. Os funcionários acharam estranho a atitude dele e foram verificar o quarto. Quando viram o quarto, acharam tudo ainda mais estranho e entraram em contato com a família por meio do número de telefone que ele preencheu na ficha para a hospedagem”, afirmou.
 
As câmeras do circuito interno de segurança da pousada filmaram a saída do músico, mas não há registro do seu retorno. No dia 23 de janeiro, chovia muito em São Sebastião e André estava vestido com uma bermuda, sem calçado e sem camisa. O músico deixou na pousada todos os pertences, como documentos, dinheiro, notebook e carro. 
 
“Já acionamos os bombeiros, a Polícia Militar, a Polícia Civil. Fomos a todos os hospitais, bares e praias da região. Mas, até agora, não tivemos nenhuma pista do paradeiro dele”, lamentou Duarte. A Polícia Civil de São Paulo também confirmou à reportagem do Hoje em Dia que ainda não tem informações sobre o músico.
 
No Facebook, vários amigos de André deixaram mensagens. “E AE IRMAOOOO.... cade você cara? Geral preocupado com você mano, principalmente sua família.. Todos muito preocupado, dê sinal de vida a eles, pelos menos pra saberem que você está bem irmão... nossa, nem eu acreditei pow... já passou da hora de aparecer em....(sic)”, diz umas das postagens.
 
Quem tiver informações sobre o músico deve entrar em contato com a família pelos telefones: (12) 99790.2256 / (12) 99728.0165 / (31) 8421.6166 ou 190, da Polícia Militar.