Sete macrorregiões do Estado avançaram para a Onda Amarela do Minas Consciente. Isso significa que ao menos mais 400 municípios estarão em uma fase menos restritiva do programa a partir deste sábado (10). A medida também beneficia cidades da Grande BH, que agora passam a fazer parte da faixa intermediária do plano.

Os municípios que agora integram a Onda Amarela se juntam às outras 94 cidades do Estado que já estavam nesta faixa e fazem parte da região Sudeste. O avanço, conforme informou o governo, foi possível devido à queda consistente dos indicadores que medem a situação da pandemia em Minas. A taxa de incidência da doença, que demonstra a circulação do vírus na sociedade, teve queda de 29% na última semana e de 36% nos últimos 14 dias.

Neste momento, oito das 14 regionais estão na faixa amarela, sendo as macrorregiões Centro, Centro-Sul, Jequitinhonha, Leste, Norte, Oeste e Triângulo do Norte. Além disso, 35 cidades que estão no Vale do Aço foram promovidas à Onda Verde, com maior nível de flexibilização.

Veja como fica o Minas Consciente e quais cidades estão inseridas nas ondas Verde e Amarela:

  • Onda Verde: Vale do Aço – 34 cidades, entre elas Ipatinga e Timóteo.
  • Onda Amarela: Sudeste – 94 cidades; Triângulo do Norte – 27 municípios; Norte – 86; Jequitinhonha – 31; Leste – 51; Oeste – 53; Centro – 101 e Centro-Sul – 51.
  • Onda Vermelha: Triângulo do Sul, Sul, Noroeste, Leste do Sul e Nordeste

Leia mais:
'Notícia excepcional', diz Zema sobre volta de torcedores aos estádios em Minas
Minas planeja punir quem tomar terceira dose da vacina contra Covid-19, diz secretário de Saúde
Minas espera receber mais 351 mil doses de vacinas nesta sexta; Sputnik pode chegar ainda em julho