De cada cinco matrículas no ensino superior em Minas, uma é na modalidade a distância (EAD). De 2016 para 2017, o número de alunos que optou pelo ensino on-line cresceu quase 20% no Estado e, se continuar nesse ritmo, poderá ultrapassar a preferência pelos cursos presenciais já em 2026. 

Mensalidades mais competitivas e flexibilização de horário são alguns dos atrativos da graduação por meio do ambiente virtual, destaca o reitor do Centro Universitário UniSant’Anna, de São Paulo, Natanael Átilas Aleva. “A EAD é um caminho sem volta, tudo leva para essa direção. As pessoas querem estudar e buscam conciliar esse aprendizado com os afazeres do dia a dia”, frisa. 

Em meio à expansão da educação a distância, a instituição está investindo na modalidade. A universidade vai ofertar 40 graduações em Belo Horizonte a partir de abril. Dentre elas, administração, arquitetura e urbanismo, pedagogia, letras, biomedicina, nutrição e educação física e engenharias (de produção, civil e mecânica). 

Além da opção totalmente on-line, será oferecida a possibilidade de um curso semipresencial. O aluno terá acesso aos conteúdos e às aulas com um professor em uma unidade escolar, uma vez por semana. 

“O estudante terá contato pessoalmente com o docente, poderá tirar dúvidas. A aprendizagem não ficará restrita somente ao ambiente virtual. Hoje, além do preço mais em conta e da possibilidade de fazer seu horário, o aluno quer conversar com o professor”, observa Natanael Átilas. As aulas serão aos sábados. Mesmo no semipresencial, o graduando também terá acesso ao material disponível na internet.

Unidade acadêmica

Outro diferencial da modalidade EAD do UniSant’Anna é que os encontros serão realizados em faculdades parceiras. De acordo com o reitor, hoje é comum que as aulas sejam em estruturas que não dão a sensação de que a pessoa, de fato, esteja em uma instituição de ensino.

Segundo Natanael Átilas, os polos do Centro Universitário são chamados de unidades acadêmicas. Na capital mineira, elas estarão instaladas nas Faculdades Promove e Kennedy, nos bairros Prado (região Oeste), São Lucas e Centro (Centro-Sul) e Venda Nova.

Inscrições

As inscrições estão abertas até o fim de março e são gratuitas. O cadastro é feito pelo site vestibularunificado.com.br. No primeiro mês, a mensalidade de qualquer curso sairá por R$ 49. Há três opções de ingresso: nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), obtenção de novo título e processo seletivo on-line. As aulas terão início em 13 de abril.

A previsão é a de que o UniSant’Anna já oferte a pós-graduação no segundo semestre deste ano, adiantou Natanael Átilas. Ao todo, a EAD do UniSant’Anna está presente em 28 cidades de 13 estados. As graduações são realizadas em 35 unidades acadêmicas.

Colaborou Bruno Inácio