As agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), fechadas desde 20 de março por conta das medidas de isolamento social, serão reabertas de forma gradual, a partir de 13 de julho. Atendimentos nos quais a presença da pessoa nas unidades é considerada imprescindível serão priorizados.

A decisão, publicada no Diário Oficial da União (DOU), contempla as 182 unidades do instituto em Minas. Não significa que todas abrirão a partir do dia 13. Isso será feito de forma gradual. Conforme o texto, os espaços deverão se adequar para evitar o contágio do novo coronavírus, como a disponibilização de álcool em gel, controle de fluxo e distanciamento entre as pessoas. 

Serão priorizados atendimentos como perícias médicas, avaliações sociais, cumprimentos de exigência (apresentação de documentos necessários à conclusão de requerimentos), justificações administrativas e reabilitações profissionais. 

Com relação aos agendamentos, as marcações serão liberadas na primeira semana de julho. Os segurados deverão solicitar o atendimento pela plataforma Meu INSS (clique aqui), disponível em site e aplicativo para celular. Há também a possibilidade de fazer contato por telefone (135), de segunda a sábado, das 7h às 22h. 

Grande BH

A Região Metropolitana de Belo Horizonte conta com 34 agências, sendo sete na capital. Em todo o país, o INSS tem 753 unidades aptas para a retomada gradual, o que representa 70% da capacidade de atendimento. 

Leia também:
Minas tem recorde de mortes por Covid, com 51 óbitos confirmados em 24 horas
Com aval da Justiça, metrô circula com horário reduzido em BH e pega passageiros de surpresa
Ex-comandante-geral da PM ligado a Pimentel é alvo de operação da PF em BH