Mais de 38 toneladas de lixo foram recolhidas na segunda-feira (15) durante o mutirão intersetorial de combate ao mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus no bairro Guarani, região Norte da capital.

A ação faz parte da força-tarefa da PB de combate ao Aedes aegypti e é coordenada pelo Grupo de Eliminação do Aedes aegypti (Geades).

O trabalho de mobilização e orientação da comunidade ocorreu na semana antecedente ao mutirão. O comunicado foi feito com o auxílio de carros de som e durante visita de rotina dos agentes de Combate à Endemias (ACE) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS).

O mutirão foi direcionado a área de abrangência do Centro de Saúde Guarani e contou com o apoio de agentes da Defesa Civil, Gerência de Saúde (GERSA-N), Gerência de Licenciamento e Fiscalização Integrada (GRFIL-N) e Gerência de Limpeza Urbana (GERLU-N).

Participaram ativamente da atividade 37 agentes de controle de endemias (ACE), 15 agentes comunitários de saúde (ACS) do Centro de Saúde Guarani, Vigilância Sanitária e outros servidores da Regional Norte, que deram apoio logístico ao trabalho. Ao todo foram 100 profissionais envolvidos na ação.