Belo Horizonte já tem neste ano 107.798 casos confirmados de dengue, de acordo com balanço divulgado nesta sexta-feira (30), pela Secretaria Municipal de Saúde. Na última semana, foram 1.431 casos analisados e confirmados para a doença, mas ainda restam 8.538 casos pendentes de resultados.

Embora tenha havido uma queda vertiginosa no número de registros de dengue durante o período de inverno, o resultado via exame laboratorial dos casos ocorridos no período anterior são importantes para a definição de políticas públicas para o combate à doença. A capital mineira está vivenciando, em 2019, a segunda maior epidemia de dengue de sua história – a maior foi em 2016 com 154.615 casos.

Veja o número de casos confirmados em Belo Horizonte, de acordo com os meses:

dengue bh

Segundo a Secretaria de Saúde, o monitoramento da doença indica que há queda dos registros nos meses de junho e julho. Dos 107.798 casos confirmados, 93.853 (91%) ocorreram entre março e maio. Ao todo, foram investigados e descartados 19.553 casos neste ano.

Chikungunya e zika

De acordo com o balanço, mais um caso de zika foi confirmado no município. Dessa forma, são três ocorrências confirmadas por exames para a doença. Até o momento, houve 330 notificações e 273 casos foram descartados.

Neste ano, também foram notificados 193 casos de chikungunya em residentes de Belo Horizonte. Foram confirmados 60 casos, dentre os quais, 21 foram contraídos no município, 19 importados e 20 em locais com origem indefinida. Há 193 casos em investigação.

Leia mais:
Minas registra mais de 8 mil casos de sífilis neste ano e secretaria alerta para a prevenção
Minas registra 471 mil casos prováveis de dengue neste ano; 125 pessoas já morreram