Pelo menos duas mil pessoas interditam a BR-040, em Ribeirão das Neves, na Grande BH, há quase oito horas nesta sexta-feira (21). A retenção é feita devido a um protesto em prol de melhorias no transporte público que os moradores do bairro Florença iniciaram por volta de sete horas da manhã.
 
Inicialmente, os participantes fecharam três pontos da rodovia, sendo um deles na porta da garagem da empresa Transimão, no bairro Veneza, onde a saída de quase todos os ônibus foi impedida no começo do dia.
 
Nesta tarde, a rodovia permanece fechada nos dois sentidos do km 508 e 517 e apenas no sentido Sete Lagoas/Belo Horizonte no km 507, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal. Mais cedo, os manifestantes queimaram pneus e até colocaram fogo em uma árvore no meio da BR-040. A retenção chegou em 9 km no sentido da capital mineira.
 
Segundo um dos organizadores do ato, que também foi combinado por meio de evento criado no Facebook,  a ação é feita contra o serviço de transporte público que atende Ribeirão das Neves. Os manifestantes alegam que o preço da tarifa de R$ 4,25 é abusivo, já que os ônibus que atendem a região, em especial o bairro Florença, estão em precária situação de conservação e os horários de partida e saída não são respeitados.
 
Essa é a segunda vez só esta semana que os moradores de Ribeirão das Neves fecham a BR-040 reivindicando melhorias no transporte público. Na última segunda-feira (17), mais de cem pessoas interditaram a rodovia por duas vezes. Houve registro de congestionamento de até 10 km  no sentido Belo Horizonte.