Uma manifestação contra o fechamento de uma creche no Conjunto Santa Maria, na tarde desta segunda-feira (1º), interditou parcialmente a avenida Raja Gabaglia, na esquina da rua Gentios, na altura do Morro das Pedras, na Zona Sul de Belo Horizontes. A via só foi liberada 

Segundo a Polícia Militar, cerca de 30 pessoas, junto com crianças, atearam fogo em pneus no sentido BH Shopping/avenida do Contorno. Eles exigiam a presença da imprensa para desobstruir a avenida, o que ocorreu só por volta das 18h30. O ato foi pacífico e acompanhado pela Polícia Militar. O Corpo de Bombeiros também foi acionado para apagar as chamas. O trânsito ficou congestionado no local e a BHTrans orienta os motoristas a evitar o trecho.
 
Um leitor do Hoje em Dia enviou um vídeo do momento em que os manifestantes atearam fogo na avenida:

Em nota, a Regional Centro-Sul da Prefeitura de Belo Horizonte confirmou o fechamento da creche e a mudança de gestão na unidade. Segundo a PBH, a instituição será reaberta em breve e alegou que o motivo foi o fim do contrato e irregularidades no local.
 
Confira a nota completa:
 
"A Prefeitura de Belo Horizonte informa que a partir desta segunda-feira , a gestão da unidade onde funcionava a Creche Tia Socorro, na Raja Gabaglia, 1.751, Conjunto Santa Maria, passa a ser feita pela Secretaria Municipal de Educação (Smed), por meio da Gerência Regional de Educação Centro-Sul (Gered-CS). Será oferecido a essas crianças o mesmo tratamento dado aos alunos da Rede Municipal de Educação, como atendimento integral com educador infantil, uniforme, kit escolar e alimentação balanceada.
 
O prédio havia sido cedido pelo Município, em comodato, à coordenação da Creche Tia Socorro para o funcionamento da instituição, porém, o contrato venceu e não foi renovado. Observa-se, ainda, que a creche não estava cumprindo as exigências legais para manter convênio com a Secretaria Municipal de Educação (Smed) e o Conselho Municipal de Educação indeferiu o pedido de renovação da Autorização e Funcionamento da creche, sendo o interessado devidamente notificado da deliberação. Diante disso, a Prefeitura deu início à ação judicial de reintegração de posse do imóvel e a decisão da Justiça foi favorável à Administração Municipal. 
 
Na tarde da última sexta-feira (29), a Fiscalização Integrada da Regional Centro-Sul prestou apoio ao cumprimento do mandado de reintegração de posse pelo Oficial de Justiça. Nessa data, uma equipe da Gerência de Educação entregou aos pais um comunicado, cientificando-os da nova gestão da unidade.  Os pais dos alunos que estavam matriculados na creche, que tiverem interesse em continuar com o atendimento prestado a seus filhos, agora pela Prefeitura, precisam fazer o cadastro na própria unidade, a partir desta segunda-feira. Basta apresentar cópia e original da certidão de nascimento da criança e de comprovante de residência."
 
 
Atualizada às 18h36