Milhares de pessoas se reúnem neste sábado (25) para a chamada Marcha da Maconha, a favor da legalização da droga. Os organizadores defendem ainda que os usuários não devem ser tratados como criminosos e são a favor do uso medicinal da erva.

A concentração começou por volta das 13h, na Praça da Estação. De lá, eles seguiram pela avenida Amazonas, Praça 7, avenidas Afonso Pena, Álvares Cabral, Augusto de Lima, rua da Bahia até a Praça da Liberdade.

A Polícia Militar acompanha o protesto e informa que o movimento é tranquilo.

Segundo os organizadores, 20 mil pessoas participam da marcha. A PM não estimou o número de participantes. No perfil do Facebook do movimento, 2.500 afirmaram que compareceriam ao evento e 2.400 demonstraram interesse.

A Marcha é realizada também em outras cidades do país.

Leia mais:
Manifestantes defendem liberação da maconha nas ruas de BH
Milhares participam de Marcha da Maconha no Uruguai e pedem mudanças na lei