O menino Matheus Teodoro Oliveira, de 7 anos, que fez recentemente um transplante de intestino nos Estados Unidos e operou de uma deficiência visual se recupera bem das operações. A funcionária pública Gecilene Oliveira, de 34 anos, mãe de Matheus, disse nesta quarta-feira (14) que ele ainda está no CTI, mas que “em breve irá para o quarto”. Ela ainda disse que o Matheus ainda não começou a comer pela sonda. Ainda não há previsão de alta. 

O garoto e a mãe estão em Miami. Diagnosticado com displasia neural intestinal e com deficiência visual ele partiu para o exterior após conseguir judicialmente o direito ao tratamento. Um juiz federal em sua decisão entendeu que  o Estado deveria cobrir os custos da cirurgia, estimados em quase R$ 3,5 milhões.

A família chegou a fazer uma campanha online para arrecadar fundos para o tratamento. Os cerca de R$ 730 mil da “vaquinha” virtual está sendo usado pelos familiares para custear as despesas extras na reabilitação de Matheus.

Após cirurgia bem-sucedida, Matheus se recupera de transplante nos EUA