Um adolescente portador de deficiencia mental, de 13 anos, foi vítima de abuso sexual em Uberaba, no Triângulo Mineiro. O suspeito de cometer o abuso, um mecânico, de 48 anos, foi detido. Segundo a Polícia Militar, ele teria oferecido um par de tênis e um pedaço de bolo para a vítima em troca de sexo oral.

A mãe sentiu falta do garoto quando ele deixou a escola Fundação Caminhar e desapareceu. Ela só o encontrou quando ele deixava a oficina mecânica de Newton César Gianvecchio. O homem mora próximo à família, no bairro Parque das Américas. Ao questionar o filho sobre o motivo que o levou até o estabelecimento, o garoto contou que foi chamado pelo mecânico, que teria passado o órgão sexual em seu corpo e o obrigado a fazer sexo oral. O suspeito tentou negar a versão do menor e alegou que o adolescente entrou no local para se esconder da chuva. A polícia foi chamada e o caso encaminhado para uma Delegacia de Polícia Civil. Apesar dos relatos, uma equipe médica constatou que não houve penetração na suposta relação sexual.