Uma megaoperação de combate ao tráfico de drogas e homicídios no município de Visconde do Rio Branco, na Zona da Mata, teve confronto entre policiais militares e bandidos nesta terça-feira (10). Durante a troca de tiros, conforme informações preliminares, um suspeito foi morto. Contra ele, havia um mandado de prisão em aberto. 

De acordo com o major Flávio Santiago, porta-voz da corporação em Minas, os militares atiraram e atingiram o suspeito para se defenderem. O suposto bandido chegou a ser resgatado, mas não resistiu aos ferimentos. "Nossos policiais passam bem. O indivíduo que foi atingido por disparos de policiais em defesa da própria vida foi socorrido ao hospital, mas veio a óbito. Com ele foi apreendida uma arma de fogo", explicou o major.

Foram cumpridos nove mandados de prisão e 25 mandados de busca e apreensão, que resultaram na apreensão de seis armas de fogo, dois coletes, drogas e aproximadamente R$ 500 mil em dinheiro. De acordo com o Ministério Público de Minas Gerais, também foram presas três pessoas em flagrante e um menor foi apreendido, durante a operação. 

A quadrilha teria sido responsável por, pelo menos, cinco homicídios na região, de acordo com o porta-voz da PM. Com apenas um dos investigados, foram encontrados um colete balistico, um revólver, munições, balança de precisão, dois tabletes de pasta base de cocapina e e um rádio comunicador. 

A operação foi deflagrada nas primeiras horas desta terça-feira e conta com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público. Somente da PM, um efetivo de mais de 100 policiais - do Bope, Rotam, Choque, Canil e do setor de inteligência - participam da ação. Snipers e helicóptero também estão empenhados.