Uma adolescente de 15 anos forjou o próprio sequestro e fugiu de sua casa em Inhapim, no Vale do Rio Doce, para Belo Horizonte. A garota não foi sozinha. Ela e uma amiga de 16 anos pegaram carona com um caminhoneiro para chegar à capital mineira.

De acordo com a Delegada da Polícia Civil de Inhapim, Tatiana Neves, a menor chegou a enviar mensagem de celular para os pais dizendo que ela estava em um local escuro, presa em um trailler e que teriam cortado o cabelo dela. A outra adolescente, no entanto, teria ligado para os pais contando que teria fugido para BH para se casar. As duas ficaram o tempo todo hospedadas na casa desse suposto namorado.

O falso rapto teria acontecido no dia 12 de agosto. A Polícia Civil monitorou a menor, descobriu o paradeiro dela e informou à família que esteve em Belo Horizonte no domingo (17), para buscá-la.

Na manhã desta quarta-feira (19) a menor foi ouvida e confessou ter inventado tudo porque o pai não a tratava da forma como ela gostaria e às vezes ela apanhava. E afirmou ter sentido medo de retornar. A polícia disse que essas informações sobre a agressão por parte do genitor precisa ser investigada antes de qualquer providência.