Um adolescente de 14 anos que estava desaparecido há dois dias foi encontrado morto com a cabeça dentro de um balde cheio de água na noite desta terça-feira no bairro Maria Goretti, região Nordeste de Belo Horizonte. Segundo informações da Polícia Militar (PM), o caso vinha sendo investigado pela Polícia Civil que chegou até a casa de Wesley de Oliveira Coelho, de 18 anos, suspeito de envolvimento com o desaparecimento do menor. No entanto, durante averiguação na casa do suspeito, os policiais encontraram o corpo do jovem.

Ao saber do ocorrido, vizinhos de Wesley começaram a agredí-lo e a polícia foi acionada para conter a confusão. Aos militares, Wesley afirmou que não agiu sozinho e citou a particação de uma segunda pessoa, um rapaz cuja identidade não foi revelada por ser menor de idade. Esse suspeito estaria em sala de aula e também foi agredido por populares quando a polícia chegou ao local.

Ainda de acordo com a PM, o menor afirmou que o adolescente não morreu afogado, mas sim a pauladas. Segundo ele, após espancarem a vítima até a morte, os suspeitos teriam colocado sua cabeça em um balde com água. No entanto, ainda não se sabe porque a dupla teria raptado o menor e qual o motivo do assassinato.

Apesar das declarações dadas pelo segundo suspeito, a polícia ainda não confirma seu envolvimento no crime. A ocorrência foi registrada junto à 22ª Companhia da PM no bairro São Paulo, também na região Nordeste, e será encaminhada para a Polícia Civil.