Um homem de 54 anos foi agredido e, supostamente, racialmente injuriado, por dois agentes de segurança do metrô, dentro da estação Waldomiro Lobo, na região Norte de Belo Horizonte, na noite dessa quinta-feira (5). Um vídeo divulgado em rede social mostra a vítima recebendo um chute de um dos 'profissionais', que foi afastado da função. Veja:

O motivo oficial da abordagem ainda é desconhecido. A Polícia Militar foi chamada ao local e registrou um boletim de ocorrência. Segundo relatos de passageiros, o homem foi repentinamente abordado e algemado, tendo sido agredido mesmo após ter sido contido, quando estava sentado em um banco da estação.

Os militares também conversaram com os agentes envolvidos no caso. Em suas defesas, eles afirmaram que foram até o homem após receberem reclamações de que o mesmo estaria pedindo dinheiro, importunando os usuários e fazendo atos obscenos na estação. Ainda segundo os agentes ouvidos, houve desacato e resistência, o que motivou a algemação. As agressões não foram comentadas.

Pessoa em situação de rua, a vítima foi encontrada pela PM com ferimentos no rosto e foi imediatamente levada à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do bairro Primeiro de Maio, na mesma região, e transferida, em seguida, para a ala de emergência psiquiátrica da Santa Casa, no bairro Santa Efigênia, na região Leste. À polícia, o homem contou que foi chamado de 'negão' por parte dos agentes de segurança do metrô.

Em nota, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) em Belo Horizonte afirmou que repudia "todo e qualquer ato de violência" e que, por isso, determinou o imediato afastamento do agente e a abertura de processo administrativo para a adoção das medidas cabíveis.

O caso foi registrado pela Polícia Militar e encerrado na Central de Flagrantes (Ceflan) 1, no bairro Floresta. A Polícia Civil deverá investigar o caso.