Metade dos jovens brasileiros sentiu impactos na saúde mental durante a pandemia

Maria Amélia Ávila
mvarginha@hojeemdia.com.br
11/10/2021 às 15:08.
Atualizado em 05/12/2021 às 06:02
 (Laisa de Souza)

(Laisa de Souza)

Com a pandemia da Covid-19, sintomas como depressão, tristeza e insônia aumentaram em todo o mundo. De acordo com pesquisa realizada pela Inteligência em Pesquisa e Consultoria (Ipec), os impactos na saúde mental foram sentidos em metade dos jovens brasileiros.

Segundo o estudo, 39% das pessoas na faixa de entre 18 e 24 anos disseram que a saúde mental ficou ruim no período e 11% responderam que ficou muito ruim. Na amostra total, que inclui outra faixas, 5% disseram que a saúde mental está muito ruim e 25% ruim.

A pesquisa, realizada em setembro de 2021, ouviu 2 mil pessoas de São Paulo (SP) e nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte, Curitiba (PR) e Salvador (BA).

Para a psicóloga, psicanalista e psicoterapeuta Beatriz Breves, muitas dessas sensações poderiam ser evitadas se as pessoas verbalizassem as emoções. "Não somos máquinas. precisamos voltar a nos humanizar".   

Beatriz Breves está lançando o livro "Entre o mistério e a ignorância - O Desvendar da Psique Humana", que relata os vários sentimentos vividos por ela em experiências na Índia e no Peru. 

Acomapnhe a entrevista na íntegra. 

Compartilhar
Logotipo Hoje em DiaLogotipo Hoje em Dia

Fale conosco: (31) 3253-2207

ASSINEDigitalATENDIMENTO AO ASSINANTEBelo Horizonte 31 3236-8000Interior 31 3236-8000
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por