Usuários do metrô de Belo Horizonte devem ficar atentos à obrigatoriedade do uso de máscaras, que passou a valer nesta quarta-feira (22). Passageiros que estiveram sem o equipamento de proteção serão barrados no acesso às plataformas. A determinação é válida para todas as 19 estações e permanecerá em vigor por tempo indeterminado.

Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU-BH), a medida adotada segue o decreto da Prefeitura de Belo Horizonte, que determina a utilização do acessório no transporte público.

Sobre a segurança dos funcionários, a companhia disse que já distribuiu cerca de 4 mil máscaras, 2 mil luvas e mais de 500 litros de álcool 70%. Além disso, cartazes informativos sobre o uso adequado de máscaras, bem como de medidas de autoproteção recomendadas aos usuários, foram instalados nas plataformas.

Nos ônibus de BH o uso da máscara também é obrigatório. Com muitos passageiros, os coletivos são locais potenciais para a propagação de vírus. Porém, de acordo com a BHTrans, neste primeiro momento os usuários sem máscaras não serão barrados no embarque, mas orientados pelos motoristas sobre a importância do acessório. Não há previsão de punição mais severa.

Coronavírus metrô