Quase dois anos após a instalação de ar-condicionado nos ônibus de Belo Horizonte, os equipamentos agora também começam a ser implantados nos micro-ônibus que rodam nas vilas e favelas da capital. De acordo com a BHTrans, quatro veículos com ar-condicionado estão circulando nas linhas 511 (Estação Ponto São José/Jardim Alvorada), 740 (Tupi/Mirante) e na 826 (Montes Claros/Rua São Rômulo).

Os micro-ônibus têm tarifa de R$ 1,00. Na integração com um ônibus de linha convencional, o usuário paga a tarifa do sistema, de R$ 4,50. Conforme a empresa que gerencia o trânsito na cidade, atualmente as vilas e favelas são atendidas por 16 linhas, operadas com uma frota de 32 micro-ônibus, que transportam 523.207 passageiros por dia útil. 

"A Prefeitura de Belo Horizonte tem atendido, por meio das Comissões Regionais de Transportes e Trânsito (CRTTs), as demandas da população por transporte público nos locais antes não contemplados com o atendimento", informou o executivo por meio de nota.