Minas investiga 41 casos da síndrome inflamatória infantil ligada à Covid-19

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
20/01/2021 às 13:55.
Atualizado em 05/12/2021 às 03:58
 (Pixabay)

(Pixabay)

Quarenta e um casos da Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P), possivelmente provocada pela Covid-19, são investigados em Minas. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) nessa terça-feira (19).

Desde o ano passado, 166 notificações foram feitas no Estado. Porém, 76 foram descartadas. Atualmente, 49 registros foram confirmados, sendo 17 em Belo Horizonte. Não há óbitos.

A maioria dos casos, 55,1%, foi confirmado em crianças de até 4 anos. Pacientes de 5 a 9 anos representam 38,8% e os de 10 a 14, 6,1%.

Das crianças que tiveram a síndrome, 87,8% não apresentavam comorbidades. Vinte e quatro cidades mineiras já confirmaram casos da SIM-P (confira abaixo).

Sintomas

Os pacientes diagnosticadas com a enfermidade podem apresentar quadro de insuficiência respiratória de forma grave, além de doença renal e insuficiência cardíaca agudas. Os principais sintomas são febre, manchas vermelhas na pele, conjuntivite, edema nos pés e nas mãos.

Veja os municípios de residência de quem teve a doença:

Belo Horizonte: 17
Contagem: 4
Montes Claros: 3
Uberlândia: 3
Betim: 2
Vespasiano: 2
Araxá: 1
Bom Repouso: 1
Caldas: 1
Catuji: 1
Ipatinga: 1
Juiz de Fora: 1
Nova Serrana: 1
Oliveira: 1
Pedro Leopoldo: 1
Santa Luzia: 1
Santo Antônio do Monte: 1
São Gotardo: 1
São Lourenço: 1
Sarzedo: 1
Sete Lagoas: 1 
Teófilo Otoni: 1
Ubá: 1 
Uberaba: 1

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por