Minas Gerais recebeu nesta segunda-feira (18) 577.480 doses iniciais para a vacinação contra a Covid-19. A expectativa da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) é de que cerca de 280 mil pessoas sejam imunizadas até o final desta semana, recebendo as duas doses necessárias para a imunização até meados de fevereiro. O grupo prioritário é formado por trabalhadores da saúde.

Os imunizantes chegam a Belo Horizonte, nesta segunda-feira (18), no aeroporto Internacional de Confins e, após cerimônia simbólica com o governador Romeu Zema para marcar o início da vacinação, seguirão para a Central Estadual da Rede de Frio, onde é realizada a conferência e entrada do material no sistema, para envio às 28 Unidades Regionais de Saúde. 

Para que a vacina chegue no menor prazo possível aos municípios mineiros, a SES contará com o auxílio de aeronaves das forças de segurança formada pelo Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Defesa Civil. “A logística de Minas já está montada e prevê o uso de aeronaves do Estado que vão ficar disponíveis para levar essas vacinas assim que elas chegarem a Belo Horizonte. Já está tudo planejado, para que mesmo as regiões mais distantes recebam a vacina”, disse o governador.    

Por causa da importância da identificação do cidadão no momento da imunização, o Ministério da Saúde orientou que seja utilizado, preferencialmente, o número do CPF ou o Cartão Nacional de Saúde (CNS).

Veja a seguir quais são os grupos prioritários para receber a vacina nesta primeira fase:

- Trabalhadores da Saúde:

1º Trabalhadores da Saúde – Equipe de vacinação

2º Trabalhadores da Saúde – Equipe de Instituições de Longa Permanência

3º Trabalhadores da Saúde – envolvidos diretamente na atenção/referência para os casos suspeitos e confirmados de Covid-19

- Pessoas idosas residentes em asilos

- Pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, residentes em residências inclusivas

- População indígena vivendo em terras indígenas