Crianças e adolescentes de até 14 anos poderão atualizar o cartão de vacina durante este sábado (16) em Minas Gerais. Neste dia, o Estado promove o Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação, disponibilizando 18 diferentes tipos de imunizantes que estão presentes no calendário deste público. 

Devem comparecer às 3.478 salas de vacinação do Estado os jovens que ainda não foram vacinados ou que estão com a caderneta incompleta. Ao todo em Minas, 4,4 milhões de crianças e adolescentes devem participar da campanha. 

Segundo a diretora de Vigilância de Agravos Transmissíveis da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Marcela Lencine Ferraz, a estratégia busca aumentar as coberturas vacinais, diminuindo a incidência das doenças imunopreveníveis e contribuindo para o controle ou erradicação dessas enfermidades. 

“A abertura das salas de vacinação no dia 'D' permite aos pais e/ou responsáveis levarem as crianças e adolescentes para serem imunizadas no fim de semana. Além disso, os familiares também podem atualizar o próprio cartão de vacina no dia”, disse. 

Ainda de acordo com Marcela Ferraz, os pais ou responsáveis devem levar as crianças e adolescentes até a unidade de saúde mais próxima, com o cartão de vacinação, para que o profissional de saúde possa avaliar a necessidade da administração de doses. 

Além da atualização do calendário vacinal, a ação busca favorecer o alcance de uma cobertura que pode variar entre 90% a 95%, conforme o tipo de imunizante. A campanha teve início em 1º de outubro em todo o país e será encerrada no próximo dia 29. 

Prevenção à Covid-19

Para evitar aglomerações de pessoas nas unidades de saúde, a SES-MG recomenda aos municípios que a campanha seja realizada em áreas bem ventiladas e desinfetadas com frequência. “Deve-se garantir a disponibilidade de local para lavagem adequada das mãos ou álcool em gel para higienização tanto por parte dos usuários do sistema de saúde quanto para os trabalhadores das unidades”, concluiu Marcela Ferraz.

O número de acompanhantes de crianças e adolescentes deve ser limitado a uma pessoa e será preciso observar o distanciamento. Também será necessária a realização de uma triagem de pessoas que apresentarem sintomas respiratórios antes da entrada no local de vacinação.

Leia mais:
Pais e sindicato dos professores criticam possibilidade de aulas presenciais obrigatórias em Minas
Trabalhadores da Saúde com mais de 18 anos vão receber 3ª dose contra Covid no dia 20
Minas estuda retomada obrigatória às aulas presenciais ainda este ano