Minas Gerais já registrou 471.214 casos prováveis de dengue neste ano, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde, nesta terça-feira (27). O número de mortos pela doença no Estado permanece em 125. Outros 121 óbitos estão em investigação.

Mesmo durante o inverno e o tempo seco, um município permanece com a incidência alta para a doença: São João da Lagoa, no Norte de Minas. A cidade registrou, nas últimas quatro semanas, 306 casos para cada 100 mil habitantes.

Em relação à febre chikungunya, Minas registrou 2.660 casos prováveis da doença em 2019 e uma morte confirmada, no município de Patos de Minas, no Noroeste do Estado. Foi confirmada a presença do vírus em 879 amostras de 122 municípios mineiros. Foram confirmados 58 casos da doença em gestantes.

Já sobre a zika, foram registrados 859 casos prováveis da doença em 2019, sendo 236 em gestantes. Houve notificações de casos prováveis da doença em grávidas em 72 municípios. Somente em Belo Horizonte, foram 34 registros.

Leia mais:
Passam de 106 mil os casos confirmados de dengue em BH neste ano; outros 9 mil são investigados
Gasto com retirada de lixo em bota-fora seria suficiente para reformar 48 centros de saúde em BH