O número de mortes em decorrência do novo coronavírus em Minas subiu para 62 – um a mais em relação ao último balanço. A informação consta no boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (27) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). Outros 98 óbitos seguem em investigação. Já foram registrados 1.586 casos confirmados de Covid-19, mas 78.667 notificações para a doença permanecem pendentes de resultados laboratoriais. 

A morte registrada nas últimas 24 horas trata-se de uma mulher de 67 anos, de Araguari, no Triângulo Mineiro. Conforme o levantamento, 362 óbitos foram descartados após a realização de exames.

Belo Horizonte continua sendo a cidade que demanda maior atenção para o avanço da doença. A capital tem 548 casos confirmados para Covid-19 e 11 mortes. A segunda cidade a registrar o maior número de casos confirmados é Juiz de Fora, com 119 (e três mortes). Mas o município com mais óbitos depois da capital é Uberlândia, com sete.

A maioria dos pacientes que morreram em decorrência da doença é formada por homens (32 dos 62 pacientes) e idosos (49 deles têm mais de 60 anos). O balanço revela ainda que 85% dos óbitos ocorreram em pessoas que já tinham fatores de risco, principalmente hipertensão, diabetes e cardiopatia.

Outros fatores de risco registrados foram pneumopatia, doença renal, transtornos mentais, doença neurológica, tabagismo, neoplasia, hipotireoidismo e doença genitourinária.

Leia mais:
Pesquisa aponta que mais de 60% dos brasileiros têm medo de se infectar com novo coronavírus
Em função do coronavírus, Copasa adota novas medidas para renegociação de débitos
Bolsa Merenda começa a ser paga a 380 mil alunos carentes da rede estadual em Minas