Com 1.271 casos confirmados de Covid-19 nas últimas 24 horas, Minas ultrapassou a marca de 60 mil infectados pela doença, conforme balanço da Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgado nesta terça-feira (7). Agora, o Estado contabiliza 60.897 doentes.

O número de mortes saltou de 1.230 para 1.282, um aumento de 52 óbitos de segunda para terça. No território mineiro, a taxa de letalidade da enfermidade segue em 2,1%. O boletim ainda mostra que o vírus está presente em 734 municípios - três a mais em relação ao levantamento anterior. Desse total, 276 confirmaram mortes.

Além dos casos e óbitos, o balanço da SES mostra que 38.554 pessoas já se recuperaram da Covid-19 em Minas. Outras 21.061 seguem em acompanhamento por equipes de saúde. Desde o início da pandemia, em março, 6.973 pacientes precisaram ser internados em hospitais.

Belo Horizonte é a cidade mais afetada pela pandemia. São 8.085 doentes e 188 mortes. Uberlândia aparece em seguida, com 7.737 confirmações e 122 óbitos.

Perfil

Segundo o boletim, 45,9% dos infectados pelo novo coronavírus têm entre 30 e 49 anos. Os homens (54%) receberam mais diagnósticos positivos da doença. Com relação às pessoas que perderam a vida após contrair o vírus, 75% tinham mais de 60 anos e 82% apresentavam comorbidades, como diabetes, hipertensão e doença cardiovascular.

Leia também:
Ônibus só vão circular até 22h e com intervalo de até uma hora em BH, decreta Kalil
Saiba como fazer o teste diagnóstico de Covid-19 pelo plano de saúde
Nascidos em fevereiro podem sacar auxílio emergencial do 3º lote