Uma mineira, nascida em Monte Santo de Minas, na região Sul do Estado, está entre as vítimas do desabamento do teto da gruta em Altinópolis, em São Paulo, no último domingo (31). No momento do acidente, Débora Silva Ferreira fazia o treinamento de bombeiro civil. Ela e outros nove colegas morreram no local. 

O corpo de Débora será velado na cidade natal. Nesta segunda-feira (1) , a prefeitura de Monte Santo de Minas emitiu uma nota de pesar lamentando a morte precoce da cidadã, solidarizando-se com a família. “Neste momento de dor e consternação, só nos cabe agradecer pela convivência, pela significativa contribuição ao nosso município e principalmente pelo privilégio da amizade construída ao longo do tempo que aqui esteve”.

Desabamento 

No último domingo (31) o teto da caverna Itambé desabou e deixou 26 pessoas soterradas. De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar de São Paulo, 14 pessoas saíram ilesas, três ficaram feridas e nove, que estavam desaparecidas, morreram no local. No momento do acidente era realizado na gruta um treinamento de bombeiros civis.

Leia também
Após nova flexibilização, máscaras continuam 'absolutamente obrigatórias' em BH, diz infectologista
Mundo ultrapassa 5 milhões de mortes em decorrência da Covid-19; Brasil representa 12% desse total