Inventar um diálogo entre eletrodomésticos e itens de higiene foi o que Marcus Vinicius Medeiros Coelho, de 23 anos, fez para passar o tempo em Ribeirão das Neves, cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte onde mora.

"Me inspirei em vídeos deste mesmo formato e quis fazer a minha versão com as coisas de casa e com o momento atual, desta quarentena. No vídeo do banheiro, por exemplo, fiz o álcool gel chegando e deixando o chuveiro e o papel higiênico com ciúmes. Quis mostrar que todos eles são importantes de serem utilizados, mantendo o dia a dia normalmente", conta o estudante, conhecido por Markin, ao Hoje em Dia.

"Escrevo um roteiro e já vejo quem pode ser o engraçadinho ou o ranzinza da história. Porém, a maioria das cenas surgem com a improvisação. Geralmente só começo e depois jogo o papel fora e começo a fazer da minha cabeça. Acabo me envolvendo na história. É uma coisa mágica. São aquelas piadas tão ruins, que acabam ficando boas, de tão simples", acrescenta.

markin

Acostumado com o sucesso de seus vídeos, geralmente voltados para o mundo do futebol, Marcus gasta, em média, duas horas em cada produção. Surpreso com o número de pessoas que assistiram e compartilharam os últimos três, principalmente por vivermos o momento de quarentena, ele foi "vítima" daqueles que não costumam dar créditos aos autores.

"Como não coloquei minha marca d´água no primeiro vídeo, muitos perfis com milhões de seguidores fizeram o download e usaram como se fosse deles. Às vezes pensamos que aquilo que mais se quebra a cabeça fará mais sucesso, mas não! O simples é o que faz mais sucesso", relata.

"Fico feliz de estar contribuindo de alguma forma com as pessoas neste momento tão tenso. Arrancar o sorriso de alguém é sensacional. Estou recebendo mensagens maravilhosas. Isso não tem preço. Faço o que eu gosto daqui, fazendo as pessoas dando risadas de lá", finaliza.

 

Confira os vídeos: