Mais de 10 mil fiéis participam da 97ª edição da tradicional Missa da Unidade, no Ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte. Após o Domingo de Ramos, a celebração marca o início dos ritos católicos na Semana Santa, com a bênção dos Santos Óleos e renovação dos votos de fé. 

O arcebispo metropolitano da Arquidiocese de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, convoca o público a promover o respeito ao próximo, diante de um cenário de tensões políticas em ano eleitoral, como o ataque a tiros contra a caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no interior do Paraná, e o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL - RJ). 

“O grande convite é que nós nos respeitemos mutuamente e possamos discutir as questões ideológicas e políticas com cidadania e respeito, buscando sempre o melhor para toda a sociedade”, afirma. 

Ele ainda frisa que a Igreja Católica repudia episódios de agressões e violência por “ferirem a democracia e a dignidade humana”. “Na democracia deve valer o diálogo, a abertura e o caminho bonito de buscar aquilo que é melhor”, diz. 

Religiosidade

Os Santos Óleos, utilizados pelas paróquias da Arquidiocese de Belo Horizonte para a celebração dos sacramentos de Batismo, Crisma e Unção dos Enfermos, são abençoados durante a celebração católica. 

Ao todo, participam da missa religiosos das 28 cidades que integram a Arquidiocese de Belo Horizonte. Cada comunidade organiza caravanas para levar os fiéis à cerimônia de fé. Além disso, o evento reúne anualmente padres, freis, clérigos e outros membros da Igreja Católica.