Moradores do distrito de Pinheiros, em Itatiaiuçu, na região Central do Estado, que precisaram deixar suas casas às pressas, puderam voltar na tarde deste sábado (9), para pegar documentos, alguns pertences, além de acompanhar e situação dos animais. A ação foi coordenada pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil e por questões de segurança, apenas uma pessoa de cada família pode retornar.

A ArcelorMital, empresa responsável pela mina, informou que uma médica veterinária da Comissão de Proteção Animal do Conselho Estadual de Medicina Veterinária também visitou as áreas para avaliar as condições de saúde dos bichos.

Os animais de porte pequeno, com até 15kg, vão poder ficar com os donos e cerca de 30 cães, 40 gatos e um coelho serão transportados para o hotel em Itaúna. Já os animais de grande porte, como cavalos e bois, foram alimentados durante o dia e a remoção está sendo estudada, de acordo com a empresa.

Cerca de 94 pessoas de 31 famílias permanecem hospedadas em um hotel de Itaúna, no Centro-Oeste de Minas. Na madrugada de sexta-feira (8), cerca de 200 pessoas foram retiradas do povoado de Pinheiros, após o risco de rompimento da barragem Serra Azul.

A empresa informou, por meio de nota, que a medida é preventiva  até que a segurança da barragem de rejeitos possa ser garantida.

Mina de Itatiaiuçu

A mina de Serra Azul está localizada em Itatiaiuçu e produz 1.2 milhão de toneladas de concentrado e minério granulado. A barragem de rejeitos, que é do tipo à montante, está desativada desde outubro de 2012.  Segundo a ArcelorMital, essa é única do tipo “à montante” dentre as barragens da empresa.

Leia mais
População que vive perto de barragens será obrigada a se acostumar com alerta do risco de rompimento
Mineradora vai oferecer terreno para realocar famílias obrigadas a deixar imóveis em Itatiaiuçu
Sem prazo de liberação de vila, ArcelorMittal dará opção de mudança para comunidade de Itatiaiuçu