Um grupo de moradores da ocupação Santa Cruz em Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, invadiu o Fórum da cidade na manhã desta terça-feira (27). Eles querem a suspensão da liminar de reintegração de posse concedida pela Justiça em 8 de fevereiro deste ano e que seria cumprida nesta semana.
 
Segundo a Polícia Militar (PM), os manifestantes teriam tentado agredir um magistrado e um policial que fazia a segurança do Fórum utilizando capacetes de motociclista e pelo menos quatro pessoas foram detidas. Entretanto, a representante do Movimento dos Trabalhadores Desempregados (MTD), Iasmin Chequer, afirmou que a polícia é que teria iniciado as agressões. "Fomos recebidos com a truculência da PM e vários companheiros nossos foram presos".
 
Ainda segundo ela, os manifestantes lutam por moradia e trabalho e esperam ser recebidos pelo juiz que determinou o despejo das famílias. "Até agora ninguém nos recebeu ainda, mas já sinalizaram com a possibilidade de uma reunião". A invasão aconteceu por volta de meio-dia e, até às 15 horas, o grupo permanecia no Fórum. Pouco depois, eles se dispersaram.
 
Já conforme o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, os manifestantes estariam protestando do lado de fora do Fórum e atrapalhando uma sessão do júri que acontecia no local. Por isso, a polícia teria pedido que o grupo se retirasse e, na confusão, um dos líderes da ocupação teria tentado fugir e alguns outros envolvidos foram detidos. Ainda conforme o TJMG, não houve agressão ao juiz.

Atualizada às 17h34