Morreu, nesta terça-feira (13), o médico Hermes Pardini, fundador do tradicional laboratório que leva seu nome, criado na década de 50 em Belo Horizonte. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da rede, que detalhou que Pardini morreu no Hospital Mater Dei em decorrência de complicações de uma pneumonia. O médico tinha 85 anos e deixa a esposa, três filhos e seis netos. O velório acontece na manhã de quarta-feira (14) e o enterro às 16h do mesmo dia no Cemitério do Bonfim.

O laboratório surgiu em 1959, quando o recém-formado médico decidiu investir seus conhecimentos em Bioquímica e Patologia Clínica em seu próprio negócio. 

A princípio, o laboratório de análises clínicas funcionava em uma pequena sala no Centro de BH, mas, em 1975, foi inaugurada a nova sede da empresa, na rua Aimorés.

Já na década de 1980 teve início a expansão da rede, com abertura de filiais em outros bairros da capital e também na região metropolitana. Atualmente, já são 68 unidades em cidades mineiras e outras cinco na capital de São Paulo. 

Leia mais:
Neto de Lula morreu por infecção generalizada, segundo médicos
'Clínica Popular com Saúde', no Santa Inês, conta com 20 profissionais
Mulheres podem fazer check-up de rotina por R$ 48 em outubro