Morreu o homem de 43 anos que caiu de uma patinete elétrica no Centro de Belo Horizonte. Por causa do acidente, ocorrido no sábado (7), a vítima sofreu um traumatismo craniano, duas paradas cardíacas e foi socorrida inconsciente para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII.

Segundo informações do centro de saúde, a morte foi confirmada por volta das 20h e o corpo encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) à meia-noite. Pelas redes sociais, amigos e familiares lamentam o falecimento. 

Ele, que deixa dois filhos pequenos, será enterrado no cemitério da Colina às 16h.

Veto

O acidente ocorre em meio a discussões sobre a regulação de patinetes compartilhadas em Belo Horizonte. Há oito dias, foi publicado veto integral do prefeito, Alexandre Kalil (PSD), a um Projeto de Lei que propunha alterações na forma como os meios de transportes alternativos, como bicicletas e patinetes compartilhadas, eram conduzidos na cidade. 

Além de melhorias nas ciclofaixas, o PL previa “atender os requisitos mínimos de segurança, conforto, higiene e qualidade definidos pelo poder Executivo”. O prefeito alegou que a proposta era inconstitucional.

Conforme o autor do projeto, o vereador Gabriel Azevedo (sem partido), a ideia era a de que os itens específicos de segurança a serem utilizados fossem detalhados pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) na regulamentação do texto, após a sanção pelo prefeito.

“Além disso, o projeto previa o uso dos dados dos clientes para saber quais rotas eram mais utilizadas. Essas rotas poderia ser prioridade para a PBH investir em ciclofaixas. O grande uso de patinetes na cidade mostra o desejo do belo-horizontino em utilizar novos modais”, afirmou o vereador. Gabriel Azevedo lamentou a morte do homem.

PBH

No dia em que o veto foi publicado (31 de julho), a BHtrans informou ter criado um grupo de estudos, formado por integrantes da Guarda Municipal e da Secretaria Municipal de Política Urbana, para discutir o impacto do novo modal. Em maio, a autarquia havia divulgado que abriria, em 20 dias (completados no início de junho), consulta pública sobre o tema para coletar sugestões da população. Até o momento a pesquisa não foi publicada.

Nota da BHTrans

Por nota, a BHTrans informou que "todo o trabalho que envolve o Plano de Mobilidade de Belo Horizonte – PlanMob-BH , o Programa Pedala BH vem continuamente sendo construído e discutido com a sociedade civil. Atualmente estão sendo priorizadas as ações de planejamento e projetos, que envolvem aplicação de poucos recursos financeiros para sua implementação.  No Plano de Mobilidade de Belo Horizonte há o objetivo de incrementar a participação da mobilidade não motorizada (a pé e de bicicleta) e isso é essencial para uma cidade sustentável.

A BHTrans está desenvolvendo estudos para futura ampliação da rede cicloviária, tendo como prioridade a alimentação do Sistema de Transporte Público e Coletivo da cidade. Atualmente temos em curso as seguintes ações ligadas ao Pedala BH:

- Credenciamento de empresas para implantação, instalação, manutenção e operação de Sistemas de Compartilhamento de Bicicletas sem Estação no Município de Belo Horizonte

- Credenciamento de empresas para implantação, instalação, manutenção e operação de Sistema de Compartilhamento de Bicicletas com Estação e Sistema de Bicicleta Integrada no Município de Belo Horizonte

- Hoje, dia 8/9, foi inaugurado no sistema de bicicleta compartilhadas na Orla da Pampulha

- Contratação de empresa para prestação de serviços de Revisão e Elaboração de Projeto Executivo de Infraestrutura Cicloviária Integrada à Rede Estruturante de Transporte Público do Município de Belo Horizonte

- Contratação de empresa para elaboração de Projeto Executivo de Infraestrutura Cicloviária da Orla da Lagoa da Pampulha no Município de Belo Horizonte

Leia mais:

Homem sofre traumatismo craniano após cair de patinete elétrica no Centro de BH
Kalil veta lei que regulamentava bicicletas compartilhadas e patinetes elétricos
Vereadores e BHTrans divergem sobre regulamentação de patinetes na capital
BHTrans vai abrir consulta pública sobre regulamentação de uso de patinete elétrico