Um dos três operários feridos na explosão do vertedouro na Pampulha morreu na noite dessa segunda-feira (28), segundo boletim da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig). O homem de 43 anos faleceu às 22h35, no Hospital João XXIII.

Ainda conforme a Fhemig, o paciente, de 47 anos, permanece internado em estado gravíssimo e o terceiro, de 56 anos, também está grave, no Centro de Tratamento Intensivo, mas estável clinicamente.

O acidente foi na última sexta-feira (26). Cinco operários trabalhavam no vertedouro da barragem da Pampulha, em uma estrutura que tem aproximadamente 20 metros de profundidade, no cruzamento das avenidas Pedro I e Antônio Carlos. 

Na explosão, três operários ficaram gravemente feridos e foram levados para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. Na ocasião, segundo o boletim médico, todos tinham sofrido queimaduras e traumas decorrentes do impacto da explosão. Outras duas pessoas tiveram ferimentos leves e foram atendidas no próprio local do acidente. Ainda na sexta, a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura (Smobi) informou que todos usavam equipamentos de proteção individual na hora do acidente.

Procurada nesta terça-feira (29), a Prefeitura de Belo Horizonte informou que quem vai falar sobre os operários a partir de agora é a empresa terceirizada G-Maia Construtora, responsável por eles. Já a empresa terceirizada informou, por meio de um funcionário, que não vai se pronunciar sobre o caso e que todas as informações serão repassadas pela PBH.

A causa da explosão é investigada por peritos da Polícia Civil e o laudo deve ficar nos próximos dias.

Leia mais:
Explosão em galeria do Vertedouro da Pampulha deixa operários feridos
Vítimas da explosão no vertedouro da Pampulha seguem internadas em estado 'gravíssimo'