O motoboy Gilmar Vítor da Paixão, de 34 anos, foi condenado nesta sexta-feira (28) por homicídio qualificado do mecânico Emerson Lúcio da Silva em 2005. Segundo informações do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o réu foi julgado pela juíza Marixa Fabiane Rodrigues, da comarca de Contagem, em um mutirão realizado em Belo Horizonte e pegou 14 anos de prisão em regime inicialmente fechado.
 
Na última quinta-feira (28), Gilmar Vítor confessou pelo Facebook ter matado a mulher, a manicure Fernanda Nágia da Silva, de 29 anos. Ele foi preso na mesma noite juntamente com a mãe que teria desacatado policiais durante a abordagem, no bairro Pindorama, região Noroeste de Belo Horizonte.
 
O corpo de Fernanda foi localizado na última terça-feira, enterrado em um lote vago no bairro Guarani, região Norte da capital, com marcas de espancamento.