Uma motorista foi flagrada por policiais dirigindo com sintomas de embriaguez no fim da madrugada desta sexta-feira (12), no bairro Gutierrez, na região Oeste de Belo Horizonte. Os militares do 22° Batalhão da Polícia Militar resolveram abordá-la após estranharem a forma arriscada como que ela estava dirigindo.

Conforme a polícia, Renata Loválio Mourão, de 32 anos, conduzia um Citroën C3, de cor preta, e foi abordada pelos militares no cruzamento das ruas Almirante Alexandrino e André Cavalcan. Assim que a mulher saiu do veículo, os policiais teriam notado que ela apresentava sinais de que havia bebido e pediram que ela se submetesse ao teste do bafômetro.

A motorista acatou o pedido dos militares e o teste acabou revelando que ela estava com teor etílico de 0,63 mg/l no sangue, o que configura crime de trânsito. Ela foi multada em R$1.915,40, teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apreendida e vai responder a processo na Justiça, podendo ficar sem dirigir por um ano. Além disso, será julgada pela Justiça e pode pegar uma pena que varia de seis meses a três anos de detenção.

Renata foi conduzida à Delegacia de Plantão do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran). A mãe dela foi até o local onde ocorreu o flagrante e levou o carro embora.