Um motorista profissional de 31 anos foi preso na manhã deste domingo (24) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) suspeito de locar um carro em loja especializada em aluguéis de automóveis, não devolver e clonar o veículo. O homem foi detido na BR-381, altura do quilômetro 452, em Sabará, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo a PRF, o suspeito alegou que pagou R$ 5 mil pelo Prisma 2017 em uma feira da empresa multinacional Toshiba. O evento teria ocorrido em Contagem, também na Grande BH. O homem também disse aos policiais rodoviários que estava indo de BH para Nova União (Grande BH).

O motorista, que tem ficha policial por tráfico de drogas, seria conduzido à Polícia Judiciária de Sabará. Exames iniciais no veículo apontavam para a clonagem do automóvel. De acordo com o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), quem adultera veículos está sujeito a responder por crime previsto no Art. 311 do Código Penal Brasileiro. Como consta na legislação, a pena prevista é reclusão de três a seis anos e multa.