Os motoristas mineiros têm somente até a próxima segunda-feira (1º) para pagar a Taxa de Renovação do Licenciamento Anual do Veículo (TRLAV). O imposto tem valor único, de R$ 102,41, para todos os veículos emplacados no Estado. Segundo o Governo, o montante tem que ser quitado também pelos servidores públicos estaduais. Para o IPVA, que tem escala conforme os finais de placa, o funcionalismo público teve um prazo maior para quitar a dívida, já que o 13º salário teve que ser parcelado por não ter sido pago no fim de 2018.

O pagamento da TRLAV é uma das obrigações que devem ser cumpridas para a obtenção do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), emitido pelo Detran. Para receber o documento que permite ao motorista circular com o veículo, é preciso ter quitado também o IPVA, o seguro obrigatório (Dpvat) e eventuais multas de trânsito.

Forma de pagamento

A Taxa de Licenciamento pode ser paga diretamente nos terminais de autoatendimento ou guichês dos agentes arrecadadores autorizados, bastando informar o número do Renavam do veículo. Em Minas Gerais, os agentes arrecadadores são: Bradesco, Mercantil do Brasil, Caixa Econômica Federal, Casas Lotéricas, Mais BB, Banco Postal, Santander e Sicoob.

Para pagamento em casas lotéricas, Mais BB e Banco Postal é necessário levar a guia de arrecadação, que deve ser emitida pelo site da Secretaria de Estado de Fazenda ou nas Repartições Fazendárias. O não pagamento da TRLAV no prazo gera multa de 0,15% ao dia, até o 30º dia, podendo chegar a 12%, a partir do 61º dia, além de juros da Selic.

Balanço

Até o dia 15 de março, 43,5% dos proprietários de veículos já haviam quitado, antecipadamente, a TRLAV. De uma expectativa de arrecadação total de R$ 998.773.208, já foram recolhidos R$ 434.969.046.

*Com Agência Minas

Leia mais:

Alta de 1,2% do PIB mesmo com mineração em baixa mostra que Minas tem opções
Detran apresenta novas regras para liberação de veículos acidentados para circulação