Os motoristas que trafegam nos 180 quilômetros da BR-040 que separam Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, ao Rio de Janeiro, não vão mais pagar pedágio a partir de fevereiro 2021. Tudo isso porque o trecho, atualmente sob a administração da Concer, passará a jurisdição do governo federal após o fim do contrato, que se encerra no início do ano que vem. De acordo com o Ministério da Infraestrutura (Minfra), que confirmou a informação nesta quinta (5), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) vai administrar a rodovia até que uma nova concessionária assuma a rodovia.

Novo contrato deve baixar valor do pedágio

De acordo com o Minfra, o novo modelo de concessão ainda está em estudos e um novo leilão para o trecho só deve ser realizado em meados de 2021. A nova concessionária só deve retomar a cobrança do pedágio em 2022. O Minfra afirmou que o novo concessionário deve diminuir o valor da tarifa. Atualmente os usuários pagam R$ 11,60 em cada uma das três praças de cobrança, que estão instaladas no trecho que corta nove municípios de Minas Gerais e Rio de Janeiro. O atual contrato com Concer está em vigor desde 1996.

O governo federal informou ainda que o Minfra estuda concluir as obras de um túnel - de quase cinco quilômetros - que dá acesso a nova pista de ligação, de 15 km de extensão, entre Rio de Janeiro e Petrópolis. As obras estão paralisadas há quatro anos.