Uma mulher de 33 anos denunciou que foi agredida e estuprada, neste sábado (31), após pegar carona com um motoqueiro. O crime, segundo a vítima, aconteceu em uma estrada de terra no município de Juiz de Fora, na região da Zona da Mata mineira. O suspeito foi preso em flagrante.

Aos militares, a mulher admitiu que pegou carona com o homem, que tem 35 anos. Ele teria seguido pela estrada de chácara, mas, na altura do km 3, desviou do caminho e entrou em um loteamento, que fica às margens de uma estrada de terra.

Lá, conforme a vítima, o suspeito desferiu vários socos, chutes e pontapés nela. Depois, o homem a estuprou. Ao ser localizada, a mulher foi socorrida e encaminhada para o Hospital de Pronto-Socorro da cidade, onde a equipe médica confirmou diversas lesões. 

Na unidade de saúde, ela recebeu os primeiros atendimentos e tomou um coquetel de remédios para evitar doenças sexualmente transmissíveis.

Flagrante

Na sequência da ocorrência, os policiais foram até a casa do suspeito, onde foram recebidos pela esposa dele. O homem foi questionado pelo crime e, a princípio, negou as acusações. Porém, pouco tempo depois, ele assumiu que manteve relações sexuais com a mulher, mas disse que foi com autorização dela.

Durante as diligências, a PM descobriu que o homem havia escondido a moto utilizada no crime no parque de exposições da região. Os militares também ficaram sabendo que o suspeito pediu para um amigo mentir que estava com o veículo durante todo o dia, mas o amigo não topou a farsa.

O suspeito recebeu voz de prisão e teve a moto apreendida. Ele agora ficará à disposição da Justiça.