Uma mulher de 29 anos foi espancada e mantida em cárcere privado pelo companheiro na zona rural de Jequitibá, na região Central do Estado. O suspeito foi preso nesse domingo (24), após a vítima conseguir fugir e chamar a polícia. A mulher foi socorrida com vários hematomas pelo corpo. 

Ela contou aos militares que morava com o autor, de 24 anos, há oito meses, e que era frequentemente espancada. Por várias vezes, a vítima teria tentado ir embora, mas era impedida sob ameaças de morte. 

Segundo o boletim de ocorrência, as últimas agressões ocorrerem no dia 21 de novembro. Descontrolado, o homem teria dado vários socos e chutes no rosto e nas costas da companheira. As marcas da agressão estavam por todo o corpo. Além disso, a mulher foi mantida presa dentro de casa desde então.

Os policiais questionaram se ela teria onde ficar e a vítima informou que gostaria de ir morar com os pais em Baldim, também na região Central. Ainda de acordo com a PM, enquanto a mulher recolhia os pertences dentro de casa, o homem apareceu com uma foice na mão e, aos gritos, disse que ela não iria embora. 

Os policiais pediram que ele largasse a arma e ele só obedeceu quando ameaçaram atirar nele. O suspeito foi preso em flagrante e levado para a delegacia de Sete Lagoas. Duas testemunhas confirmaram que já presenciaram várias agressões por parte do homem e que em uma das vezes, a vítima foi arrastada pelos cabelos.

Por causa dos ferimentos, ela foi atendida por um médico antes de sair da cidade.

Leia mais:
Seis casos de agressões contra mulheres e feminicídios são julgados esta semana em BH
PM apura caso de agressão e acaba encontrando drogas e arma dentro da casa de suspeito
Mulher receberá R$ 30 mil de ex-namorado que a jogou para fora de carro
Homem é preso na região Oeste de BH após agredir a mulher na frente da filha de 11 anos