A polícia de Uberaba, no Triângulo Mineiro, tenta localizar um homem de 50 anos suspeito de agredir a companheira na frente da filha do casal, de 11 anos, na noite da última segunda-feira (10). O suspeito fugiu após a agressão e até esta terça-feira (11) não havia sido localizado. 

A vítima, de 45 anos, contou à Polícia Militar (PM) que estava com o marido em uma festa de família, onde fez ingestão de bebidas alcoólicas. Após deixarem a confraternização, em direção à casa do casal, o suspeito começou a ficar muito nervoso, gritando com a mulher, quando, de repente, teria dado um soco no rosto dela, causando um sangramento. 

No banco de trás do veículo estava a filha deles, de 11 anos, que ficou muito abalada e começou a chorar pedindo para descer do carro. Foi então que o suspeito parou o carro na avenida Nossa Senhora do Desterro. Mãe e filha desembarcaram chorando, momento que foi presenciado por uma testemunha, que anotou a placa e acionou a polícia. 

A mulher agredida foi encaminhada para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Parque do Mirante, onde recebeu atendimento médico. Devido ao forte sangramento, os médicos decidiram que a vítima precisaria passar por uma radiografia, mas, felizmente, foi constatado que não houve fratura. 

Ela foi orientada pela PM a prestar queixa na Delegacia de Atendimento à Família e à Mulher contra o homem para obter uma medida protetiva. 

Casal estava junto há 26 anos 

Durante seu relato aos policiais, a vítima contou que estava com o marido há 26 anos, sendo que, no início do relacionamento, as agressões eram constantes. Entretanto, há dez anos que o companheiro não a agredia. 

A PM foi até a casa do casal para tentar prender o suspeito. Porém, ele e o veículo usado na fuga não foram localizados. 

Leia mais:
Rapaz é espancado até sofrer convulsão por defender garota agredida pelo namorado; veja o vídeo
Homem é preso em Betim suspeito de agredir e manter a ex-mulher e filhos em cárcere privado
Jovem que acusou MC Reaça de agressão não está grávida, diz hospital