A polícia tenta descobrir o que motivou um atentado ocorrido na noite deste domingo (20) em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Uma mulher, que ainda não teve a identidade divulgada, foi baleada após o carro onde estava com o irmão e a sobrinha pequena ser atingido por vários disparos. 

As informações iniciais da Polícia Militar (PM) dão conta de que militares da base móvel localizada no bairro Cabral, próximo ao Shopping Contagem, foram acionados pelo motorista do veículo atingido, um Volkswagen UP. O homem contou que outro carro, um Volkswagen Fox prata teria tentado abordá-los na altura do bairro Chácaras Cotia, vizinho ao local onde ele acionou a polícia. 

Em conversa com os policiais, o motorista do carro atacado, que já foi preso por um homicídio ocorrido em 2011 e deixou a prisão em 2016, detalhou que o carro emparelhou com o seu veículo e os ocupantes já começaram a atirar. Por conta disso, a hipótese de tentativa de assalto acabou sendo descartada pela corporação.

O homem contou ainda para a PM que ele, a irmã e a criança estavam em uma festa em um haras e, quando estavam indo embora, acabaram sendo alvo dos atiradores. 

A mulher baleada foi socorrida pelos policiais até a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Ressaca, mas acabou sendo transferida para o Hospital Municipal de Contagem devido à gravidade de seu ferimento. Ainda não há detalhes sobre o estado de saúde da vítima.

A criança, que também não teve a idade divulgada, acabou sendo socorrida por estar toda ensanguentada e bastante assustada, mas foi constatado que ela não estava ferida, apenas suja por conta do ferimento grave sofrido pela tia. 

A PM faz buscas na região para tentar localizar e prender os autores do atentado. 

Leia mais:
Homem é morto dentro de casa e cunhado baleado em Venda Nova
Casal é executado com sete tiros dois dias após se mudar para o Barreiro
Bandidos matam PM e atiram na cabeça de criança de 1 ano em Ibirité