Três mulheres conseguiram escapar de um estupro após uma delas acertar a cabeça do suspeito com uma garrafa de cerveja e sair correndo em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na madrugada dessa terça-feira (22). Apesar de o homem ter negado o estupro tentado, os pertences das vítimas foram encontrados no veículo dele e também algumas braçadeiras de plástico que seriam utilizadas para imobilizar as mulheres. 

Segundo informações da Polícia Militar, as vítimas, que têm cerca de 20 anos, relataram que saíam de uma festa no bairro Paraíso das Piabas e tentavam chamar um carro por aplicativo, sem sucesso. Foi aí que apareceu o suspeito, de 29 anos, em um carro e ofereceu carona. Elas aceitaram e entraram no veículo, mas acharam estranho quando ele começou a trafegar por uma estrada fechada na zona rural. 

Quando percebeu as intenções do motorista, uma das vítimas acionou o freio de mão do veículo e as outras duas amigas conseguiram descer do carro e escapar. No entanto, a mulher que fez com que o veículo parasse não conseguiu fugir e o suspeito a imobilizou com um "mata-leão", dizendo que se ela reagisse iria matá-la e que só queria "ficar de boa" com ela. 

Em determinado momento da estrada, o homem parou o veículo perto de um matagal e começou a passar as mãos no corpo da vítima, ainda dentro do carro. Neste momento ele teria tentado estuprá-la. Mas, ao perceber um momento de distração do suspeito, a mulher pegou a garrafa de cerveja que ele a teria obrigado a beber e acertou dois golpes na cabeça dele, deixando-o com cortes profundos na cabeça e no pescoço. 

Mesmo ensaguentando, segundo a polícia, ele jogou o corpo sobre a vítima, mas ela conseguiu sair do veículo e correr por cerca de 15 minutos até conseguir chamar ajuda no bairro Porto Seguro. 

O suspeito foi encontrado, momentos depois, dentro do carro que estava caído em uma ribanceira em local de difícil acesso. Como estava ferido, o homem foi levado para o Hospital São Judas Tadeu sob escolta policial, mesma unidade para onde a vítima também foi encaminhada. Ele deverá ser encaminhado para a Delegacia de Ribeirão das Neves quando receber alta. 

Leia mais:
Pastor que 'incorporava anjo' para abusar de menores fiéis pega 44 anos de prisão
Casado e com filhos, homem é suspeito de estuprar oito meninas e mulheres em Lagoa Santa