Uma mulher de 45 anos é suspeita de ter dado uma facada no peito do ex-companheiro, depois que ele invadiu a casa dela, mesmo existindo uma medida protetiva contra o homem. O caso aconteceu na noite desta quinta-feira (5), no bairro da Graça, região Nordeste de Belo Horizonte.

O homem, de 42 anos, foi socorrido por policiais militares até o Hospital Odilon Behrens, onde foi internado em estado grave. Ele teria dito aos policiais que a facada foi dada, na verdade, pelo filho da ex-companheira.

A mulher relatou que chegou em casa à noite e o ex-companheiro já estava dentro do imóvel, dizendo que estava no local para pagar o aluguel. Segundo ela, o homem estava alcoolizado e agressivo. Quando ele tentou agredir o filho dela, de 19 anos, a mulher teria tentado impedir o ex. Nesse momento, ela teria pedido uma faca ao filho para que pudesse se defender do agressor.

A mulher relatou ainda que sua intenção era ferir o ombro do homem, mas acabou acertando o peito dele. Ela e o filho foram encaminhados à Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher para prestar esclarecimentos.

Leia mais:
Policiais são investigados em operação contra uso de máquinas caça-níqueis