Uma mulher de 21 anos deu à luz uma menina no banheiro de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Nova Serrana, região Centro-Oeste de Minas, na tarde da última terça-feira (17). A jovem chegou na unidade de saúde reclamando de dores abdominais.

Em um vídeo postado em uma rede social, que mostra a mobilização dos trabalhadores da unidade de saúde para socorrer mãe e filha, é possível ouvir uma mulher dizer que viu a criança com a cabeça dentro do vaso sanitário, e que a jovem deveria ter prioridade na fila de espera, mas não foi atendida.

De acordo com informações da Secretaria de Saúde de Nova Serrana, a jovem foi atendida e não concordou com a suspeita de gravidez levantada pela médica UPA, que solicitou o exame Beta HCG, que é realizado na própria unidade de saúde, para confirmar ou descartar a suspeita. Ainda segundo a secretaria, a mulher se recusou a fazer o exame no local alegando que era impossível ela estar grávida, pois estava com o ciclo menstrual regular, e saiu do prédio para esperar por um mototáxi. Mas começou a passar mal e voltou para dentro do prédio e entrou no banheiro, onde aconteceu o parto da criança. 

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, os funcionários da UPA, ao tomar conhecimento da situação, “imediatamente prestaram todos os atendimentos à mãe e ao recém-nascido, que foram encaminhados ao Hospital São José”.

Segundo a administração do hospital São José, mãe e filha receberam alta médica na manhã desta quinta-feira (19), e foram para casa em bom estado de saúde.

Procurada, a mãe citada na reportagem, não quis falar sobre o assunto.

Veja o vídeo do momento em que pacientes e funcionários da UPA ficam sabendo do fato:

Leia mais:
BH terá abrigo inédito para gestantes e puérperas em situação de rua
Mulher é encontrada morta depois de carro despencar em córrego de Venda Nova​
Estande em shopping de BH disponibiliza 500 vagas para deficientes​