Uma mulher ainda não identificada precisou ser internada às pressas no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII após ter sofrido agressões e ser encontrada inconsciente nos trilhos do metrô da estação Lagoinha, na região Central de Belo Horizonte. O crime ocorreu na madrugada deste sábado (12) e a vítima está em coma. 

Segundo a Polícia Militar, seguranças da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) disseram que a mulher foi vista com um homem caminhando pela linha férrea do terminal. A dupla, conforme relato dos guardas à PM, aparentava usar drogas. 

Durante a passagem de uma composição férrea, que teria durado cerca de cinco minutos, os seguranças perderam o casal de vista. Após a locomotiva passar pelo trecho, os agentes disseram aos policiais que viram o homem correndo em direção à estação Carlos Prates, na região Noroeste da capital. 

A mulher, no entanto, foi encontrada caída, inconsciente e sem as roupas. Ferimentos foram vistos no rosto da vítima que estava com a mandíbula fraturada. O Corpo de Bombeiros foi acionado ao local e fez o resgate da mulher ao João XXIII, onde ela permanece internada em coma. 

O suspeito do crime não foi localizado. Como a mulher estava desacordada e sem documentos, a Polícia Militar não conseguiu identificá-la. A ocorrência será encaminhada Central de Flagrantes (Ceflan) II da Polícia Civil.