Uma mulher de 47 anos morreu após ser atropelada enquanto saía do próprio veículo, na noite desse sábado (11), na avenida Raja Gabáglia, bairro São Bento, região Centro-Sul de Belo Horizonte. O motorista fugiu.

De acordo com testemunhas ouvidas pela Polícia Militar, Jerusa de Alencar Viana descia de um Jeep Renegade, por volta das 21h, para fazer compras em um supermercado, na altura do número 3.300, quando foi surpreendida pela passagem em alta velocidade de um BMW X1. Ela estava acompanhada do namorado, de 50 anos.

Uma médica que passava pelo local prestou os primeiros socorros, enquanto o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) se dirigia para o local, mas Jerusa, que trabalhava como gerente de indústria farmacêutica, não resistiu e morreu.

Outras testemunhas afirmaram aos militares que avistaram o veículo, avaliado em cerca de R$ 200 mil, com a frente amassada e fazendo uma conversão em local proibido em velocidade incompatível com a via. Ao fazê-lo, o motorista quase atropelou mais duas pessoas. Em seguida, ele seguiu no sentido bairro Belvedere.

Jeep

Veículo da vítima ficou parcialmente destruído após atropelamento

O óbito foi constatado pelo Samu. O corpo de Jerusa foi enterrado neste domingo (12), no Cemitério Parque Renascer, em Contagem, na regiãometropolitana de BH. Procurada, a Polícia Civil informou que as causas e as circunstâncias do acidente serão investigadas pela Delegacia Especializada de Acidentes de Veículos (DEAV).