Uma mulher de 37 anos esfaqueou os dois filhos, um jovem de 18 anos e uma menina de 9, dentro de casa, no bairro Durval de Barros, em Contagem, na Grande BH.

O crime ainda será investigado pela Polícia Civil, mas o pai da mulher disse que ela fazia tratamento contra depressão e usava remédios controlados. Após atacar os filhos, ela desferiu uma facada no próprio abdomen, não resistiu ao ferimento e morreu.

Os ataques, conforme o boletim de ocorrência, ocorreram por volta das 20h de terça-feira (30). O avô das crianças contou à PM que ouviu um barulho no quarto da filha e, quando chegou, encontrou os três feridos.

O adolescente, que é surdo e mudo, havia sido esfaqueado na perna. Já a menina foi golpeada nos dois braços. Uma das hipóteses é de que ela estivesse em surto.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e socorreu os jovens, que foram levados para o Hospital Municipal de Contagem. Já a mulher morreu no local. A ocorrência foi registrada na 4ª Delegacia de Contagem.